Cursos e Bibliotecas

Portfolios

 

Imagens em destaque

 
 

Palestra sobre o Arnold no 3ds max

Resumo

A Autodesk publicou o vídeo da ótima palestra ministrada pela artista Jenni O'Connor sobre o futuro da renderização no 3ds max, onde ela mostra os principais recursos e benefícios do Plug-in de integração do Arnold no programa.

Notícia completa

Veja abaixo o vídeo da palestra sobre o futuro da renderização no 3ds max ministrada pela artista Jenni O'Connor, da Autodesk.
Inicialmente ela comenta sobre as mudanças efetuadas nos sistemas nativos de renderização do 3ds max e fornece algumas informações sobre o ART, em seguida passa a mostrar os principais recursos e benefícios do Plug-in do Arnold no programa.

A Autodesk lançou o Maya2017 na Siggraph com o Arnold completamente integrado no programa e tudo indica que acontecerá o mesmo no 3ds max 2018.
Era para ser a melhor notícia da década se não fosse a marca d'água absurda que aparece nas imagens renderizadas, pois a partir de agora acabou a moleza de ter um renderizador de alto nível "de graça" nos programas 3D da Autodesk, o preço dos Softs continua o mesmo, mas sem o Mental Ray e sem o Iray, quem quiser um bom renderizador terá que pagar por ele também.

O único programa que tinha o Mental Ray como renderizador nativo, o Softimage, mataram alguns anos atrás, na concorrência restou o Houdini, que apesar de possuir o ótimo renderizador nativo, Mantra, para cinema todos preferem o Arnold, o Cinema4D e o Modo também possuem bons renderizadores nativos, mas para produção as pessoas preferem o V-Ray ou Arnold, então, como os concorrentes não oferecem os programas com um renderizador de alto nível igual o Maya e o Max ofereciam, a Autodesk também não precisa oferecer, basta o ART que é uma cópia barata do Mental Ray.

Quem sabe até o lançamento do Max 2018 a Autodesk não muda de idéia e em vez da marca d'água coloca alguma outra restrição mais branda.





 
 

3D1 © Três D1 © 1999/2017. Todos direitos reservados.