Cursos e Bibliotecas

Portfolios

 

Imagens em destaque

 
 

Tutorial enviado por Grasiano

Parceiro
(3282 pontos)

Enviado por: Grasiano

Campo bom - RS

Registrado em 19-08-2007

BlogAmigosPortfolioGaleria


Utilidades - Artigos - Review sobre Photoshop CS4Recomendar

Review Photoshop CS4.
Por: Grasiano Baptista.

Depois de muitos dias tentando me organizar para sobrar um tempo, eu consegui. Finalmente pude parar um pouco para testar os novos recursos do Photoshop CS4.
Então vamos lá. Primeiramente quero dizer que tudo o que vou expressar neste testo são opiniões pessoais. Antes de usar o CS4 eu li em vários blogs sobre as novidade, algumas informações não eram verdade e outras não era exatamente como foi falado.

A adobe finalmente se deu conta que precisava "acelerar" o Photoshop e fizeram duas versões uma 32 bits e outra 64 bits. Como já é com a maioria dos soft de grande porte. Demorou! Mas saiu.

O uso da placa de Vídeo também ganhou melhorias, agora o PhotoShop também usa o processamento da placa de Vídeo. E é possível direcionar mais memória Ram para ele usar.

Em resumo o desempenho melhorou bastante. Mas eu achei estranho a Adobe implementar o GPU ao invés do VPU, já que este seria algo mais profissional enquanto que o GPU (Graphics processor Unit) seria mais direcionado para Jogos, mas seja como for graças ao GPU agora todos os níveis de Zoom estão suaves antes somente os valores que deixavam os cálculos dos pixels "redondos" ficavam, por exemplo 25%, 50%, 100%. E também foi possível melhorar os recursos de 3D que foram inseridos no versão CS3. O próprio Zoom está animado, entre outros recursos que foram possibilitados pelo uso do GPU.

A interface teve sua aparência alterada também.

Os arquivos já abrem maximizados, e o Photoshop não exibe mais a barra de títulos do Windows. A primeira barra agora já é a barra de menus dele. Onde foram inseridos alguns atalhos e algumas novidades.
Como a maravilhosa Rotate View, que rotaciona o arquivo no angulo que desejar, para facilitar a
por exemplo, para pintar com o bhush em outro sentido, é importante entender que todo o arquivo é rotacionado, se você aplicar por exemplo o filtro Wind ele vai trabalhar no mesmo sentido de horizontal como se o arquivo não tivesse sido girado. Na barra de propriedade tem as opções para digitar ângulos e resetar a rotação. Eu gostei muito deste recurso, principalmente para usar com a tablet. As opções que já existiam no menu Image rotacionava a pintura e não o arquivo como faz a Rotate View.

Ainda a respeito da interface, na barra de ferramentas tem as novas ferramentas para manipulação d 3D. E tem o novo menu de 3D também.

No menu File/automate foram retirados alguns recursos como o Web Photo gallery. Eu creio que eles tenha tirado este recurso Por que os melhores programas para Web agora também são da Adobe, após a aquisição da Macromídia. Ainda no menu file a Renderização de vídeo parece que não foi alterada (infelizmente), estes recursos de vídeo no Photoshop ainda precisam melhorar muito, mais creio que eles não farão pois assim seria concorrente do próprio Adobe After Effects . Apenas retiraram alguns formatos de Quick time.
Novas correções de cores para impressão também foram adicionadas.

No menu edit as opções de Auto-align e auto-blend que apareceram no Cs3 foram melhoradas também.

Especialmente a Auto-blend que pode escolher imagens panorâmicas ou "estáticas" adicionando mascaras nas camadas e fazendo uma mesclagem entre elas. Lembrando que para o recurso ficar disponível deve-se selecionar mais de uma camada, sistema de trabalho que só foi implementado na versão CS2.
Também no menu edit foi inserido o novo recurso de escala inteligente de imagem chamado de Content-aware scale. Eu fiquei impressionado com este recurso ele realmente é inteligente, com ele é possível escalar a imagem de forma que durante a escala ele identifica o que deve ser escalado em vários testes que fiz com ele funcionou muito bem. Ainda tem a opção de amount para determinar o quanto ele vai "preservar" as partes não distorcidas.

No menu image, poucas alterações e só nos adjustments. Foi retirado os "auto" (até que enfim) e foi inserido um novo adjustment muito bom chamado Vibrance. Ele da mais "vida" para as cores da imagem, eu gostei muito deste recurso. Na imagem abaixo ele foi aplicado na metade direita

EEu lamentei a Adobe não ter colocada ao menos mais algumas opções de presets nos adjustments como no Curves e no levels, pelo menos para os iniciantes eles ajudam bastante.

No menu Layer a unica novidade ficou pela forma de trabalhar com as camadas de ajuste que mudou, agora quando se insere uma camada de ajuste as opções de ajuste ficam por contado novo painel de adjustments, ficou mais rápido para fazer a configuração. No próprio painel da pra linkar, ocultar, resetar e ver preview.

Eu lamentei que os Styles não tiveram nenhuma melhoria os styles estão igual desde "sempre". Estava na hora de algumas melhorias nisso.


No menu select ouve uma melhoria no color range, foi inserido uma opção de "localized color clusters" em outras palavras (pelo que pude perceber) refina melhor a seleção da cor. No Refine Edge diz que tem novidade mas a única que eu vi foi no preview, se for só isso nem precisa dizer. E no menu select foi inserido uma opção de "edit in quick mask mode" que eu não vi nenhuma utilidade que já não tivesse no Quick mask.

No menu Filter foi minha maior decepção retiraram o Pattern maker (que criava patters ja em seamlees). E também retiraram o Extract este já foi tarde mesmo. E nos demais filtros não foi inserido um filtro novo se quer, isso eu achei lamentável.

No menu Analysis que não serve pra muita coisa, a única coisa dele que eu já usei foi o Ruler Tools. Nenhuma novidade que valesse a pena.

O fabulo menu 3D eu falo por ultimo pois quero mostrar vários exemplos.

No menu view as novidade ficaram por contas dos dois novos recursos de visualização para quem sofre de Daltonismo.

E tambem por mostrar (show) os eixos de movimentos 3D.

No menu window, que habilita e desabilita os painéis de configuração, ouve uma inserção espetacular que foi copiada do Adobe Ilustrator, só não entendo por que uma ferramenta tão boa ficou tão escondida, É na opção extensions/kuler.

No Ilustrator este recurso se chama Live Color e é Bem melhor que este que foi colocado no Photoshop, mas este do Photoshop já ajuda bastante para criar combinações de cores, após criadas as combinações as cores podem ser enviadas para o Painel Swatches.
Ainda no menu Window tem a opção Arrange para escolher como as Janelas dos arquivos abertos serão mostrados, ouve umas modificações bem interessante na forma de mostra-las. Eu já adotei a opção "Consolidate".

E o menu Help ficou totalmente On-line agora, ou seja quem não tem internet não pode pedir "ajuda".

Quanto as Ferramentas ouve apenas melhorias na Dodge tool, Burn e Sponge, foi inserido uma opção de "Protect Tones" para a Dodge e a Burn e na ferramenta Desature foi inserido uma opção baseada no novo Adjutment de Vibrance. A diferença não é tão grande, mas para quem não tem o domínio destas ferramentas, e não sabe controlar direito as opções de Range, flow e Mode, ficou melhor.
Alem disso as modificações das ferramentas foram só de posição.

Quanto as novas opções de 3D foram impressionantes, quem conhece o 3D Studio Max, ou outros software que trabalhe com composição de materiais vai identificar varias coisas semelhantes na forma de aplicar materiais (texturas) nos objetos em 3D.

Uma coisa que ficou difícil para quem não trabalha com Soft 3D é que os objetos importados não vem mapeados, sendo assim nem todas as texturas vão ficar direito se aplicar por material.

Se o objeto estiver separado por ID elas são reconhecias no Photoshop e pode aplicar um material em cada uma. Ele aceita textura de Bump (relevo), opacidade, e até Normal Map.

Nas texturas ainda pode ser aplicado Imagens em HDR para simular um ambiente, fica muito bom para fazer um material tipo metal.

E como se tudo isso já no fosse muito bom ainda é possível pintar diretamente em 3D, neste exemplo eu usei o Clone stamp para pintar com uma foto de um olho. Poderia usar o brush também, neste processo só tem uma coisa que eu não gostei, quando você pinta de um lado os outros lados correspondentes também recebem a pintura. Para isso não acontecer tem que mudar na opção de 3D/reparameterize.

Se o objeto vier mapeado do software 3D a textura vai respeitar este mapeamento, observe que nos exemplos anteriores a textura não ficou certa nos "braços" do objeto que eu crie. E neste exemplo eu apliquei um mapeamento para que a textura ficasse certa.

Ainda é possível converter imagens planas em 3D, neste exemplo eu apliquei um filtro clouds e um fibers. E depois fui em 3D/New mesh from graysacale/cylinder e ficou assim, um tubo cheio de pontas. Se fizer pinturas mais uniformes as possibilidades também ficam muito interessantes. Lembrando que este tubo esta em 3D.

O Photoshop tem também algumas formas prontas, algumas são bem interessantes como garrafa de vinho, lata de refrigerante e chapéu. Estes objetos prontos ficam otimos para fazes testes de materiais.

Estas ferramentas de 3D ainda são novas e tem muita coisa para ser explorada através delas.
No final das contas, entre pontos positivos e negativos eu gostei muito desta nova versão do Photoshop. Esperamos que para o próximo eles insiram novos filtros, brushs, patterns, presets e shapes.
Abraço a todos.

Últimos comentários

Grasiano comentou em 22 set 2011 14:10Ver comentário

Lucianaris comentou em 20 set 2011 18:48Ver comentário

Grasiano comentou em 15 dez 2008 12:34Ver comentário

marcioapessoa comentou em 9 dez 2008 12:13Ver comentário

bender comentou em 9 dez 2008 11:56Ver comentário

gelmiro comentou em 9 dez 2008 11:39Ver comentário

rabellogp comentou em 9 dez 2008 11:30Ver comentário

Andrei Bittencourt comentou em 9 dez 2008 11:24Ver comentário

peninha comentou em 9 dez 2008 11:21Ver comentário

robsonltc comentou em 9 dez 2008 10:33Ver comentário

Ver todos

 

3D1 © Três D1 © 1999/2017. Todos direitos reservados.